Dedetizadora em HigienópolisEspecialista em Controle de Pragas há mais de 25 anos, a Saúde Dedetizadora e Desentupidora atua com excelência na prestação de serviços em Higienópolis – SP. Estamos localizados com fácil acesso a Marginal Pinheiros o que nos garante rapidez nos atendimentos emergenciais em todas a Cidades e Bairros de São Paulo. Além disso contamos com equipes em vários bairros para atender com facilidade a Grande São PAulo, Higienópolis, Litoral e Interior. Conte com rapidez e eficiência em serviços de controle de pragas e desentupimento. Chame Saúde Dedetizadora!

VEJA COMO É FÁCIL CONTRATAR A SAÚDE

  • Ligou Em caso de pragas ou entupimentos ligue para a Saúde Dedetizadora em Higienópolis
  • Atendimento Imediato Nossos Técnicos chegam em Higienópolis rapidamente
  • Problema Resolvido Nossa equipe já está preparada para realizar o serviço em Higienópolis imediatamente.

Fale com quem mais entende de dedetização e combate às pragas urbanas em Higienópolis!

Fale com a Saúde Dedetizadora em Higienópolis!

Como encontrar a melhor Dedetizadora em Higienópolis?

A Saúde Dedetizadora Higienópolis é especialista no controle de pragas urbanas, dedetização, desratização, controle de pombos e descupinização em SP.

Então, se você está com problemas de infestação de ratos, baratas, cupins ou carrapatos, fale com quem entende do assunto, fale com a melhor dedetizadora de Higienópolis!

Procurando Dedetizadora em Higienópolis?

A Saúde Dedetizadora possui todos os equipamentos necessários para garantir um serviço de dedetização completo, seja qual for o problema e a infestação de pragas urbanas existente.

Além disso, somos reconhecidos e renomada em Dedetização por nossa extensa carteira de clientes e trabalhos já realizados.

Fale conosco agora Mesmo!

Além de Dedetizadora em Higienópolis SP, a Empresa de Dedetização Saúde oferece os demais serviços como: Dedetização contra carrapatos, pulgas, ratos, desentupimento de ralo, eliminação de cupins entre outros diversos serviços!

Desentupidora de Pia em Higienópolis

Desentupidora de Pia em Higienópolis

A Saúde Dedetizadora e Desentupidora em Higienópolis atua como desentupidora de pias. Atendemos residências, empresas, hospitais, escolas. Conte com a eficiência da Saúde no desentupimento de pias.

Desentupidora de Esgoto em Higienópolis

Desentupidora de Esgoto em Higienópolis

Desentupir esgoto é tarefa fácil para a Saúde. Com nossos equipamentos específicos desentupimos redes de esgoto com tranquilidade e eficiência comprovada. Chame Agora.

Desentupidora de Vaso em Higienópolis

Desentupidora de Vaso em Higienópolis

Vaso entupido? Chame a Saúde Desentupidora em Higienópolis. Desentupimos vasos sanitários com todo cuidado para que não danifique a porcelana nem encanamentos. Conte com a qualidade Saúde.[/iconbox]

Desentupidora de Ralo em Higienópolis

Desentupidora de Ralo em Higienópolis

Seja ralo de jardim, ralo de banheiro, sacada ou área de serviço a Saúde desentope com garantia de satisfação. Conte com o melhor serviço de desentupimento de ralos em Higienópolis.

Limpa Fossa Higienópolis

Desentupidora de Fossa em Higienópolis

Fossa transbordando? Chame a Saúde! Nós limpamos a sua fossa com nosso caminhão autofossa fazemos a sucção de todo material depositado e a lavagem com hidrojateamento. Saiba Mais.

Desentupidora de Calha em Higienópolis

Desentupidora de Calha em Higienópolis

A limpeza do sistema de drenagem é fundamental para que não ocorram transtornos como transbordamentos e infiltrações. Conte com nossa expertise no desentupimento de calhas.

 

 

A Dedetizadora Saúde executa serviços de dedetização, desinsetização  e controle de insetos rasteiros ou voadores em residências, indústrias, estabelecimentos comerciais, hospitais, escolas e outros locais em toda a região de Higienópolis.

A Dedetizadora em Higienópolis Saúde atende com rapidez, 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

Os produtos para dedetização empregados pela Dedetizadora Saúde no controle de insetos rasteiros ou voadores tem ação rápida, eficaz e duradoura. São formulações exterminadoras e controladoras da mais alta qualidade que garantem os melhores resultados no controle dos insetos.

Para executar a dedetização e controle de baratas, pulgas, formigas, escorpiões, mosquitos da dengue e demais insetos rasteiros e voadores, a Dedetizadora Saúde utiliza produtos hidrorrepelentes de ação prolongada e dá garantia por escrito para os tratamentos que realiza.

A Dedetizadora Saúde trabalha com a linha SPECIALITY, produtos que não apresentam cheiro e nem provocam irritações dérmicas ou oculares, além de não causar manchas, apresentando baixa toxidade para o homem e para o meio ambiente. Por isso, os processos de dedetização não exigem a desocupação dos ambientes tratados, sendo particularmente indicados para aplicação em locais ocupados por crianças, idosos, pessoas alérgicas ou com alta sensibilidade.

Qualquer dúvida ligue para Dedetizadora Saúde a qualquer hora do dia ou noite e um profissional qualificado irá atendê-lo e solucionar suas questões.

Ligue e agende uma visita técnica totalmente gratuita em Higienópolis (11) 3966-9000

Higienópolis

Higienópolis é um bairro nobre localizado na região central da cidade brasileira de São Paulo. Está situado em uma das regiões mais altas da cidade, chamada de Espigão da Paulista. Apresenta perfil residencial, caracterizado por uma população de rendas média-alta e alta, sendo também conhecido pela presença de relevantes instituições culturais.

A região na qual se constitui é ocupada desde o século XVI, tendo seu desenvolvimento se dado paralelamente àquele da própria cidade. O bairro se destaca pela presença de grande quantidade de exemplares da arquitetura de tendências diversas. Sempre foi endereço de expressivas famílias tradicionais da aristocracia paulista, de maioria de origem portuguesa no início e depois de norte americanos e outras nacionalidades, passando a abrigar, nos dias de hoje, habitantes de variadas origens, migrantes e imigrantes, inclusive judeus de diversas nacionalidades provindos em sua maioria da Europa Central. Tendo ainda se tornado um dos bairros preferidos por artistas em geral, sendo palco de grandes atividades na semana de arte moderna.

Mais sobre Higienópolis

História

A região onde se situam os atuais bairros de Higienópolis, Pacaembu e Perdizes compreendia a “Sesmaria do Pacaembu“, que era dividida em Pacaembu de Cima, do Meio e de Baixo.[1] O bairro de Higienóplis está localizado em parte do que era conhecida como “de Cima”. A extensa propriedade rural pertencia à Companhia de Jesus. Seus membros, os jesuítas, receberam-na no século XVI como resultado de uma doação feita pelo donatário Martim Afonso de Sousa. Esses religiosos foram violentamente expulsos do Reino de Portugal e de suas colônias em 1760, através da determinação de Marquês de Pombal e seus bens foram confiscados e vendidos, dentre eles a sesmaria.[2] E ali, com o passar dos anos, integrantes da aristocracia paulistana construíam suas chácaras, propriedades urbano-rurais e autossuficientes em água e subsistência.[2] Já existia na região do Bairro da Vila Buarque a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, inaugurada em 1884, bem como, inaugurou-se em 1892 o viaduto do Chá que trouxeram ao lugar, desenvolvimento e fluxo respectivamente àquele local que era considerado inóspito.

Devido ao crescimento da cidade, causado pelo êxodo rural e o Ciclo do café, essas terras foram loteadas.[2] As antigas terras do Barão de Ramalho e do legado do espólio do padre pernambucano Wanderley, que juntas apresentavam 847.473 m², foram compradas em 1893 por Martinho Buchard e Victor Nothmann, capitalistas alemães.[1] Os dois empreendedores trouxeram da França o projeto e os materiais para a construção do segundo loteamento planejado e de alto-padrão da cidade, destinado especificamente para a elite paulistana. Chamado primeiramente de “Boulevard Bouchard”, o loteamento fora lançado em 1895. Com os acréscimos posteriormente dos já existentes sítios de Dona Veridiana que mandou construir em 1884 uma “villa” denominada Maria que ladeava a hoje avenida Higienóplis até ao que hoje é a avenida Angélica e Dona Angélica que possuía também um sítio; que se juntaram todas essas terras formando o que hoje é o bairro de Higienópolis (cidade ou lugar de higiene), nome atribuído por conta de um hotel indicado por suas condições de limpeza e climáticas que era administrado pela Cia Higienópolis, acrescente-se a isso que ressaltadas pela altitude do bairro, que impedia o acúmulo de grandes enchentes, que poderia resultar em áreas de fácil contaminação da Malária, Febre Amarela e Tifo e pela publicidade do empreendimento, tais como o fornecimento de água e esgoto que vieram logo depois, que na época eram proporcionados em poucos locais da cidade.[3] Além disso possuiria também iluminação à gás, arborização e seria atendido por linhas de bondes,[2] sendo considerado como o maior loteamento em extensão territorial e em importância social e econômica.[4]

Visão da Universidade Presbiteriana Mackenzie, tem suas origens no Mackenzie College, construído em 1874

Na época no bairro de Vila Buarque a região já contava com o Colégio Mackenzie – Gymnasio Americano, que gerou o atual campus paulistano da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Construído em 1874 no terreno de parte da antiga chácara de Dona Maria Antônia da Silva Ramos, e que foi um empreendimento idealizado pelo Reverendo Chamberlain.[5] Além do Hospital Samaritano de São Paulo, edificado em 1892 pela firma Krugg & Filho, através de doações diversas: de José Pereira Achao (por testamento), Victor Nothmann e Burchard, dos presbiterianos do Instituto Mackenzie, família Lee e Dona Maria Paes de Barros.

O loteamento foi dividido em duas fases: Higienópolis 1 e Higienópolis 2, possuindo lotes de 700m² a 1000 m² juntamente com os sítios de Dona Veridiana e Dona Angélica. Na primeira etapa, a dos altos de Santa Cecília, vias foram criadas e receberam os nomes de 3 senhoras integrantes da aristocracia local, proprietárias de extensa áreas na região, todas filhas de abastados barões: Maria Angélica de Sousa Queirós, filha do barão de Sousa Queirós (Avenida Angélica), Maria Antônia da Silva Ramos, filha do barão de Antonina (Rua Maria Antônia) e Veridiana da Silva Prado, filha do barão de Iguape (Rua Dona Veridiana).

“A Avenida Higienópolis, com alguns palacetes belíssimos e muitas casas bonitas, ricos jardins e arranjos de terreno que eliminam toda a monotonia da cidade, pode competir vitoriosamente com as mais belas ruas modernas das cidades europeias, com a vantagem que, nos jardins, há uma flora quase tropical, a alegria das corolas multicolores, plantas de folhagens régias e variedade de vivos vegetais de toda espécie. Outras novas e amplas ruas se entrelaçam, contornadas sempre de casinhas de um a dois andares, edificações ocultas entre os ramos e as flores, alegres habitações de luzes e de cores que irradiam uma aura de doçura e de simplicidade”.
Ernesto Bertarelli, artista italiano e colaborador do jornal O Estado de S. Paulo,[6] em 1913.[7]

E logo a área foi ocupada pela aristocracia do café, fazendeiros, empresários, comerciantes, anglo-saxões e profissionais liberais; que erguiam seus palacetes, os mais elegantes da cidade.[7] Muitos deles anteriormente moravam nos Campos Elísios, primeiro bairro nobre paulistano.[8][9]

Dentre os membros da elite destacam-se:as famílias Sousa Queirós, Prado, Alves Lima, Silva Telles, Toledo Piza, Pacheco e Silva, Paes de Barros, Barros Brotero, Amaral Souza, Lucas Garcia Borges, o conde Antônio Álvares Leite Penteado, o cafeicultor Carlos Leôncio de Magalhães, a família do presidente Rodrigues Alves, o presidente Fernando Henrique Cardoso, o empresário e comendador Franz Müller, o delegado Arthur Rudge da Silva Ramos, o jurista e político Jorge Americano, os ex-prefeitos da cidade: o urbanista e engenheiro Francisco Prestes Maia e o empresário, banqueiro e engenheiro Olavo Egydio Setúbal, o aristocrata e cafeicultor José de Queirós Aranha, a pintora modernista Tarsila do Amaral, a pianista Guiomar Novais, o jornalista Júlio Mesquita, o médico e ex-governador do estado Ademar de Barros, o médico Geraldo Vicente de Azevedo, e, dentre outros, Dom Luís Gastão de Orléans e Bragança, príncipe imperial do Brasil. [10]

Antiga residência de Francisco Camargo Lima, a partir de 1949; do médico Rubens de Brito, posteriormente transformada em agência bancária.

As mansões do bairro reproduziam os modelos franceses,[7] procurava-se recriar o modo de vida das metrópoles europeias mais importantes do século XIX, tanto que a manutenção de um palacete exigia no mínimo de 10 a 15 criados.[7] Os móveis, o material de construção e até a planta das casas eram trazidas da Europa. Possuíam pomares e jardins, algumas delas seriam tombadas pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico Cultural e Ambiental de São Paulo e, instituições educacionais e consulados se estabeleceriam nas tradicionais moradias.[11] Uma das mais conhecidas da época chamava-se Vila Penteado. Construída em 1902 no estilo art nouveau, era pertencente ao conde Antônio Álvares Leite Penteado, fazendeiro de café e industrial paulista, detentor de grande riqueza. Projetada pelo engenheiro sueco Carlos Ekman[12] foi a lançadora desse estilo na cidade. Decorada com estátuas, mobiliário, vitrais e mármores europeus. Ocupava toda a quadra entre a Avenida Higienópolis, ruas Sabará, Maranhão e Itambé, com grande área verde.[13][14]

Outro bom exemplo é a já citada “Villa Maria” de Veridiana da Silva Prado, que recebeu reis e princesas e depois serviu de residência para a própria Dona Veridiana que havia se separado do esposo causando grande comentário à época, imóvel hoje preservado e pertencente ao Iate Clube de Santos, que passou a ocupar o espaço a partir de 2008 É usado ou locado para alguns eventos, tais como, leilões, vernissages, festas de casamento, entre outros, era filha de Antônio da Silva Pradobarão de Iguape.

No ano de 1900, deu-se a inauguração da linha de bondes elétricos da Vila Buarque, fato que causou o desenvolvimento do bairro iniciado na região da Rua Maranhão. O “bonde 25”, como era chamado, que passava por essa rua, atraía visitantes devido à arquitetura e ao luxo da área.[1][15]

Em 1928 foi inaugurada a Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, projetada pelo engenheiro italiano Antonio Vincenti, sendo executada a obra pelo arquiteto Fiorello Panelli, com seu interior inacabado. A imagem de Santa Teresinha, trazida da cidade francesa de Lisieux, sendo doação de dona Sofia Neves Torres e o sino, presente do empresário ítalo-brasileiro Conde Matarazzo.[16][17]

Micropulverização
Técnica de desinsetização que consiste em aplicar calda inseticida em spray de modo a cobrir as superfícies do ambiente de modo que os insetos sejam intoxicados ao entrarem em contato com os produtos. Normalmente são aplicados inseticidas com ação desalojante e ação de choque.
Termonebulização
Técnica mais utilizada para combater insetos voadores como moscas e mosquitos. O veneno é aplicado em forma de fumaça e assim pode atingir uma extensa área e penetrar em locais onde a micropulverização não alcança. Muito comum como parte do combate ao mosquito da dengue.
Gelticida
Sem cheiro e seguro para utilização em ambientes domésticos, os inseticidas em gel formam uma proteção efetiva contra formigas e baratas. Elas são atraídas pelo cheiro do gel e ao consumirem o produto são intoxicadas e morrem.
Medidas Físicas
Controle de pragas não se faz apenas com aplicação de venenos, muitas vezes precisamos atuar em conjunto com outros métodos para obter um melhor resultado. Entre as medidas físicas mais comuns estão as iscas luminosas, aplicação de telas em janelas e demais ações que orientamos aos nossos clientes.

Solicitar Serviços
Agende agora mesmo sua visita técnica gratuita